Saiba tudo sobre o adestramento de cachorros

Em geral, um cão filhote é uma alegria para as famílias que os recebem. Mas, ele também acompanha algumas responsabilidades, tais como as vacinas, alimentação, consultas veterinárias, entre outras. Porém, e quando se fala em adestramento de cachorros?

Será que essa é uma prática que deve ser considerada responsabilidade dos tutores? Atualmente, muitos consideram que sim, adestrar o cão é opcional. Isso porque o normal é que as pessoas pensem nessa opção apenas quando o pet começa a agir inadequadamente.

Mas, esse tema vai muito além desses detalhes. Ou seja, o melhor é não esperar o cão começar a agir de maneira grave antes de começar a pensar em adestrar. Isso porque existem diversos benefícios ligados ao adestramento de cachorros.

Sendo assim, essa prática tem mais a oferecer do que a correção do comportamento do animal. Primeiramente, o adestramento consegue criar um vínculo entre o pet e seus tutores. Nesse texto, você confere mais sobre o assunto.

O que é o adestramento de cachorros?

Na maioria das vezes, as pessoas associam o adestramento com pequenos truques, como sentar, deitar, rolar, dar a pata, e mais. Porém, existem aqueles tutores que pensam nisso como uma maneira de corrigir os maus hábitos e a personalidade do cão.

E é claro que ambas as visões estão certas. Isso ocorre por conta da própria técnica de adestramento de cachorros. Ela é, na verdade, um conjunto de técnicas, treino, reforços e rotina para ensinar o cão os truques e, também, corrigir maus hábitos.

Dessa forma, é indiferente qual a sua intenção com o treinamento. Ou seja, mesmo se você quer fazer o cachorro se fingir de morto com um comando, ou impedir com que ele pule em visitas. Ambas as necessidades são atendidas ao adestrar o animal.

Qual é a importância desse treinamento para cães? 

Como você viu acima, a prática de adestrar seu cão pode servir para diversas necessidades do animal e do tutor.  É comum que logo ao iniciar os treinamentos, seja possível notar melhores níveis de diversão no pet e no dono, caso ele esteja adestrando.

Outro benefício está na redução da ansiedade e no estresse do cachorro. Isso porque, ao ter mais atenção do dono, ou do adestrador, ele se sentirá mais acolhido. Porém, é claro que é preciso de um treinador que saiba o que está fazendo, e pratique os exercícios com responsabilidade.

Além disso, o adestramento de cachorros também pode facilitar o entendimento do cão em relação ao que é certo ou errado. Assim, a harmonia entre o pet e os donos é aumentada, já que o comportamento do animal será melhorado. A facilidade em socializar também fica mais aparente.

Isso leva ao tópico dos problemas graves de comportamento. Isso porque, como você deve imaginar, é preciso começar a treinar assim que o cão começa a ficar agressivo. Então, o melhor é começar cedo, logo nos primeiros comportamentos inadequados.

Com isso, o cachorro poderá assimilar, o quanto antes, o que não pode fazer, e como deve se comportar. Porém, não são apenas os cães mais novos que podem ser adestrados, mas é preciso ter paciência e dedicação para os mais velhinhos.

Tipos de adestramento de cachorros

É claro que não existe apenas uma forma de adestrar seu cão, e o ideal é pensar em qual tipo de treinamento você quer. Atualmente, são inúmeros os profissionais que realizam esse serviço, e o foco pode ser em diferentes áreas do comportamento, como:

  • Adestramento básico;
  • Treinamento para pets de exposições;
  • Preparação para ser cão-guia;
  • Desenvolvimento de agilidade;
  • Cães de guarda;
  • Animais especializados em salvamentos.

Porém, ainda é mais comum encontrar o adestramento básico. Isso porque o foco dele é justamente na parte comportamental do pet. Sendo assim, a ideia é corrigir hábitos inapropriados do cão.

Logo, o adestramento de cachorros mais tradicionais também busca instalar uma melhor relação entre o pet e seus tutores. Assim, o animal poderá ter uma convivência mais tranquila ao redor dos humanos, incluindo visitas e convidados para a casa.

Mas, como você viu ao longo desse texto, existem treinamentos com funções diferentes, e com resultados diferentes. Sendo assim, é preciso procurar ajuda de um profissional, para que o bem-estar e a saúde do animal sejam mantidos, sem impactar nos benefícios.