Peixe Escuta o Que Nós Falamos?

Respondemos à pergunta!

Nas maiorias dos ambientes que possuem um aquário, é possível ver um aviso pedindo para não bater no vidro. A ideia é não deixarmos os peixes estressados. Mas será que o peixe escuta o som? Se sim, de que forma isso ocorre?

Os peixes podem se assustar não somente com a batida no vidro, mas sim pelo som que se propaga através da água. No entanto, quando falamos com eles, ainda é possível que eles escutem, assim como as batidas?

Será que peixe escuta o que falamos?

A resposta para isso é sim, os peixes escutam. Porém, não da mesma maneira que seres terrestres. Atualmente acredita-se que cada espécie possua sua própria adaptação acústica, o que pode variar através de uma série de fatores.

Além do habitat onde vive, a capacidade do peixe de escutar varia por uma série de fatores. Entre eles está a espécie noturna ou diurna, se é presa ou predador, migratório ou sedentário, se vive em lago ou mar, enfim. Cada espécie escuta de acordo com suas adaptações evolutivas.

Como os peixes escutam?

Um dos principais motivos que muitos se perguntam se os peixes escutam é pelo motivo de eles não possuírem uma orelha visível. Esse é o caso dos seres terrestres. De fato, os peixes não precisam dessa estrutura, pois ela não seria de muita utilidade dentro d’água.

Para entender melhor como funciona a audição do peixe, é preciso saber o que realmente é o som e quais são suas principais características. No geral, o som é uma vibração, conhecida também como energia sonora, que se propaga por ondas, conforme o ambiente em que é transmitido.

Uma vez que essa vibração ocorre, alguns animais têm a capacidade de captar e interpretar essas ondas sonoras através de suas propriedades físicas. Elas são frequência, velocidade, amplitude e aceleração.

Dessa forma, enquanto os animais terrestres captam a amplitude e frequência, os animais aquáticos, por viverem dentro da água, captam velocidade e aceleração. Por esse motivo, não possuem estruturas como as orelhas.

LEIA MAIS: Qual a Diferença entre Consultórios, Clínicas, Hospitais e Ambulatórios?

Quais são os órgãos de sentido auditivo dos peixes?

Peixes não possuem ouvidos convencionais como os dos animais terrestres. Como visto acima, isso varia muito de acordo com a espécie e a adaptação evolutiva.

Sendo assim, as estruturas responsáveis por captar o som por peixes são: células sensoriais ciliadas, bexiga natatória, ossículos, otólitos e diversos receptores mecânicos. Entretanto, dependendo de seu habitat, uma espécie pode ter apenas uma dessas estruturas ou uma combinação de várias delas.

Uma das estruturas mais importantes para a audição do peixe é a linha lateral, uma estrutura que cruza horizontalmente o corpo do peite. Essa linha é cheia de buraquinhos que são capazes de captar a velocidade e vibrações das ondas.

Essas vibrações são direcionadas ao sistema nervoso central do peixe através das células conhecidas como ciliadas. É através desse mecanismo que muitas espécies de peixes conseguem captar alterações na corrente de água e vibrações. Isso ajuda a detectar possíveis predadores, obstáculos e a se manter no cardume.

Peixe escuta o que a gente fala ou não?

Para escutar o que a gente fala, os peixes captam a velocidade e aceleração das vibrações provocadas dentro d’água. Dessa forma, eles não conseguem escutar sons emitidos fora do mar, rio ou aquários.

A única exceção é quando esse som é provocado de maneira que causa vibrações dentro da água. Um bom exemplo é o de alguém batendo no vidro de um aquário com os dedos.

Sempre ouvimos falar que barulhos costumam incomodar os peixes, sendo que o local onde eles habitam é quase sempre silencioso. Entretanto, hoje em dia isso não é bem assim.

A presença de plataformas de petróleo e gás, assim como barcos, navios e sonares, vem aumentando a poluição sonora nos oceanos. Consequentemente elas têm afetado a distribuição de peixes.

Em geral, por conta dos sons altos, eles tendem a fugir para locais menos barulhentos. Isso pode afetar o comportamento deles, como a formação de cardumes, por exemplo.

Além disso, essas condições de grande poluição sonora nos mares também afetam a pesca nas regiões. Portanto, fica claro que os peixes podem, sim, escutar. Mas, isso ocorre de maneira diferente do que estamos acostumados com as orelhas.