Intoxicação em cães: O que fazer?

Você já ouviu falar da intoxicação em cães? E já viu seu pet comer algo que não devia, e ficou sem saber como resolver? Pois saiba que isso é bem comum, mas ainda é uma situação perigosa para a saúde do seu amigo.

Então, é preciso saber como proceder nessas emergências. Sendo assim, esse texto vai te ensinar tudo o que você precisa saber para manter a saúde do seu pet em dia. Primeiramente, deve-se entender como a intoxicação em cães acontece.

Em geral, a condição aparece quando os cachorros ingerem plantas venenosas, medicamentos, alimentos tóxicos para eles ou ainda o chumbinho. Porém, a lista vai mais além, já que qualquer substância que possa causar doença, lesão ou morte de seres vivos pode ser venenosa.

Sendo assim, o dono do cão deve saber como iniciar os primeiros passos para atender o animal. Dessa forma, a seguir você confere algumas dicas para prosseguir em casos de intoxicação por ingestão.

Foque nos primeiros socorros

Nessa etapa do ocorrido, a ideia é diminuir, atrasar ou diluir a substância tóxica que o cão ingeriu. Sendo assim, confira abaixo o passo a passo sobre como identificar a intoxicação em cães.

Porém, é importante notar que a intoxicação pode ocorrer também nos gatos, mas ela é muito mais comum em cães. Isso porque eles costumam farejar mais, virar latas de lixo e outros locais inapropriados.

Então, agora é hora de conferir as dicas. Logo, se você notou que o animal ingeriu algo que possa levar à intoxicação, deve:

Identificar a substância

Antes de tudo, o dono do animal precisa saber qual é a substância que foi ingerida. Além disso, se ela possuir embalagem e você tiver acesso, não se esqueça de levá-la ao veterinário.

Conferir a quantidade

A seguir, deve-se ter certeza de qual foi a quantidade ingerida. Em casos onde possui embalagem, é possível conferir o quanto sobrou para saber o tanto consumido.

Saber o tempo até entender que é intoxicação em cães

Por fim, é preciso saber a quanto tempo a substância que pode causar a intoxicação em cães foi ingerida. Porém, não é preciso saber exatamente esses horários, mas é sempre bom ter uma noção aproximada.

Como identificar a intoxicação em cães?

Antes de começar a realizar os passos para salvar seu pet, e levá-lo ao veterinário, é preciso prestar atenção em alguns detalhes. Isso porque o cão vai começar a apresentar alguns sintomas, que são:

  • Vômito;
  • Diarreia;
  • Babar excessivamente;
  • Prostração;
  • Em casos mais graves, ocorrem convulsões.

Em geral, o que mais causa esses sintomas é a ingestão de alimentos podres ou tóxicos. Sendo assim, cuide para não oferecer algo perigoso ao seu cão. Isso porque alguns alimentos, como o chocolate, podem ser normais para você, mas prejudiciais para o pet.

O que fazer ao detectar a intoxicação em cães?

Ao detectar a intoxicação em cães, muita gente tende a realizar a indução do vômito. Isso porque essa é uma das técnicas que realmente pode funcionar, mas não em todos os casos.

Sendo assim, caso a substância ingerida seja ácida, como baterias e pilhas, derivados do petróleo, alcalóides ou ainda cáustica, evite induzir o vômito.

Se o seu pet não ingeriu nenhum dos itens citados acima, é possível prosseguir com a indução. Para tanto, comece oferecendo um alimento pequeno para o cão. Essa etapa é importante para ajudar o animal a vomitar com menos esforço. Uma dica é um pedaço de pão.

Agora, utilize água oxigenada 3% para induzir o vômito. A proporção ideal é de uma colher de chá para cada 10 kg do animal. Mas, caso a primeira tentativa falhe, espere ao menos 5 minutos para tentar novamente.

Além disso, nunca passe das 3 tentativas. Caso isso aconteça, leve-o imediatamente ao médico veterinário. Outro detalhe é que não se deve induzir o vômito quando o pet está inconsciente. Por fim, confira a embalagem do produto inserido, pois ela pode conter instruções sobre como proceder.

Você também não deve induzir o vômito em casos onde o cão ingeriu alguma navalha, lâmina ou canivete. O carvão ativado consegue auxiliar a atrasar a absorção da substância ingerida. Sendo assim, procure esse produto para contornar a intoxicação em cães.