Dicas para tratar mau hálito de cães

Em geral, a falta de escovação dos dentes pode causar o problema de mau hálito nos cachorros. Mas, será que é possível evitar o mau hálito de cães?

Essa é, sem dúvidas, uma das maiores preocupações para os donos de cachorros. Isso porque é muito comum encontrar um animal com o famoso bafo. Entretanto, muita gente acaba não dando importância para isso, já que acreditam que o mau hálito é algo natural do cão.

Porém, é sempre bom ficar atento. Em geral, o mau hálito de cães pode indicar que o animal está com algum tipo de problema afetando sua saúde.

Sendo assim, o ideal é sempre encaminhar o cachorro para uma consulta veterinária, caso você encontre um cheiro ruim. A seguir você confere tudo sobre esse problema canino.

O que causa o mau hálito de cães?

Primeiramente, antes de partir para os tratamentos, é preciso entender o que causa esse problema de mau hálito dos cachorros. Então, como você conferiu acima, o que mais pode causar esse problema é a falta de escovação dos dentes do animal.

Durante o dia a dia, é normal que os cães acumulem muitos resíduos e sujeiras na boca. Mas, caso eles permaneçam ali mais do que deveriam, ocorre o mau hálito.

Além disso, esses resíduos costumam ser muito maiores durante a noite. Assim, eles acabam atraindo bactérias, fortalecendo ainda mais o odor ruim na boca do cão.

Outro ponto importante, é que a falta de escovação acaba levando ao aparecimento do tártaro. Essa condição também aumenta, e muito, o mau hálito de cães. Além disso, os dentes ficam sujos.

Uma outra possível causa da condição está relacionada aos problemas na gengiva. As gengivites são inflamações na gengiva que causam muito cheiro ruim.

Essa condição faz com que a gengiva do animal fique avermelhada ou até roxa. Também é possível que a gengiva comece a sangrar, em especial na área mais próxima dos dentes.

Como saber se meu cão está com mau hálito?

Como você viu, são diversas as causas para o verdadeiro mau hálito. Entretanto, existem muitas situações em que o cheiro ruim pode se confundir com essa condição mais severa. Sendo assim, é preciso ficar atento aos eventuais problemas de saúde que podem ocorrer e causar o mau cheiro.

Outro ponto, é que diversos outros problemas na região bucal do animal também podem causar odores fortes, que podem ser confundidos com o mau hálito de cães.

Logo, a melhor opção caso você encontre esse cheiro ruim é procurar ajuda veterinária. Apenas um profissional treinado vai saber determinar a causa do odor.

Como acabar com o mau hálito?

Agora que você já sabe o que pode causar o cheiro ruim na boca do seu cachorro, é hora de entender como prevenir e tratar o mau hálito. Então, acompanhe as dicas abaixo para saber como proteger seu cão.

Primeiramente, foque na higienização bucal do seu pet. Assim, será possível evitar o acúmulo de resíduos no local. Com isso, a placa dentária que causa o mau cheiro não vai conseguir se desenvolver.

Entretanto, caso o animal já apresente o tártaro nos dentes, apenas a escovação não será suficiente. É por isso que você precisa da ajuda de um médico veterinário para o tratamento do mau hálito de cães.

A alimentação também pode ajudar

Também é possível utilizar alguns outros produtos especiais, como os enxaguantes bucais. Assim fica mais fácil de manter a boca do cão limpa e manter o mau cheiro longe.

E é claro que a última dica, e uma das mais importantes, está em levar seu cachorro ao veterinário com regularidade. O ideal é comparecer lá a cada 6 ou 12 meses.

O médico veterinário é quem pode conferir como anda a saúde bucal do seu animal de estimação, e realizar o tratamento do mau hálito de cães. Portanto, não deixe de levá-lo ao médico, que também pode identificar doenças mais graves.

Dessa forma, você vai conseguir prevenir e tratar o mau cheiro na boca do seu cão com facilidade. Então, nada de ignorar a saúde bucal do seu amigo peludo. Utilize as dicas que você conferiu acima e garanta a saúde e bem-estar do seu cãozinho.