Castração em animais silvestres

Em geral, quando se pensa em um pet, os mais comuns são os cães, gatos, hamsters, peixes, enfim. Até alguns répteis podem fazer parte dessa categoria, mas e os mais diferenciados? Além da obtenção desses pets, é preciso pensar na castração em animais silvestres.

Isso porque a castração é um assunto muito importante quando se fala em animais de estimação. E isso é ainda mais urgente quando o pet acaba sendo um animal silvestre ou exótico. Portanto, tenha muito cuidado.

Esse tipo de animal de estimação costuma aparecer em lares onde existe uma preferência, ou hobby, pelos animais silvestres. Além disso, também pode ocorrer de o dono ter alergia aos animais mais comuns, como cães ou gatos.

Sendo assim, nada mais justo do que cuidar da saúde do seu pet exótico ou silvestre. E isso pode ser feito através da castração, entre outros processos. É por isso que esse texto vai te guiar sobre o tema da castração em animais silvestres.

Quais animais silvestres ou exóticos podem ser de estimação?

Antes de entender a importância da castração, é preciso saber quais tipos de animais exóticos ou silvestres podem ser pets. Mas, antes de adquirir o seu, é preciso conhecer o vendedor e a loja. Isso é necessário para evitar vendas ilegais. Elas prejudicam o dono e os animais. 

Sendo assim, o ideal é adquirir um animal legalizado, que conte com nota fiscal. Isso porque eles vêm de cativeiros legalizados pelo IBAMA. Além disso, esses animais contam com o famoso microchip.

E não se esqueça de que todos os animais de estimação, incluindo os silvestres, precisam de atendimento veterinário regular. Assim, é possível garantir a boa saúde do pet. Além do mais, os animais exóticos ou silvestres precisam de ainda mais cuidado.

Confira os mais comuns abaixo. Em seguida, você vai entender a importância da castração em animais silvestres.

Sagui

Os saguis são pequenos macacos que podem ser pet. Porém, é preciso ter muito cuidado com a saúde desse animal. Isso porque, mesmo em tamanho pequeno, o sagui gosta e precisa de muito espaço, e conta com uma grande energia.

Uma das características mais chamativas no sagui é que a cauda deles é longa, maior do que o corpo. Esses animais são muito inteligentes, e possuem hábitos diurnos. Por conta da inteligência, os saguis precisam de brinquedos em seu viveiro.

Uma boa ideia é construir esse viveiro em volta de uma árvore, mesmo que ela seja pequena. Assim, o animal poderá ficar mais tranquilo e ter um bom espaço para brincar.

Furão

Se você procura um animal bem diferente, pode escolher o furão, ou ferret. Ele é um animal inteligente e bem simpático. Em geral, eles são confundidos com roedores, mas são mais parecidos com os felinos. 

Como pet exótico, o furão possui os hábitos ligados aos donos. Dessa forma, ele vai acompanhar os seus horários. Então, ao ir trabalhar, estudar ou realizar outros afazeres durante o dia, ele vai permanecer dormindo.

Assim, a hora de acordar dele será quando você retornar para a casa ou parar com as atividades. Isso porque eles precisam de muita atenção, e são bastante agitados. Os furões adoram brincar, então precisam de espaço.

Com todos esses cuidados especiais, é preciso pensar na castração em animais silvestres, se for o caso.

Importância da castração em animais silvestres

Como visto, esses animais diferenciados precisam de cuidados especiais, muita atenção e acompanhamento. Logo, a castração em animais silvestres acaba sendo essencial para que você possa controlar a quantidade de animais.

Além disso, a castração proporciona alguns benefícios. Nos machos, ela:

  • Evita fugas;
  • Evita a agressividade motivada por excitação sexual constante;
  • Previne tumores testiculares.
  • Os machos silvestres costumam ser muito ferozes e agressivos quando querem encontrar uma parceira. Logo, é preciso castrá-los. Já para as fêmeas, os benefícios são:
  • Evita acasalamentos indesejáveis, principalmente quando se tem um casal de animais de estimação;
  • Evita o câncer nas glândulas mamárias na fase adulta;
  • Previne Piometra (grave infecção uterina) em fêmeas adultas;
  • Evita as “gravidezes psicológicas” e suas consequências como infecção das mamas;
  • Evita cios.

Existem diversas doenças que podem acometer as fêmeas. Logo, a castração de animais silvestres é importante para todos eles, sejam machos ou fêmeas, e você deve considerar.