Cachorro com língua roxa: O que pode ser?

O seu cachorro está com a língua roxa? Essa é uma condição que pode acontecer devido a uma série de motivos. Mas, se você estiver atento e perceber rapidamente, poderá levar o animal até um veterinário, para entender qual é o motivo que está causando essa situação.

Os donos de pet costumam ficar assustados quando percebem algo diferente com o animal, seja com o comportamento ou aparência. Entretanto, nem sempre é algo grave, desde que uma solução seja tomada rapidamente. É assim em relação à língua roxa nos cachorros.

Aqui você vai conhecer os principais motivos que causam essa situação. Veja a seguir!

O que deixa o cachorro com a língua roxa?

Normalmente o cachorro fica com a língua roxa quando não consegue respirar de maneira adequada. Muitas coisas podem causar problemas na garganta do pet, impedindo que o ar passe com tranquilidade conforme deveria.

Esse é um problema que pode ser agravado aos poucos e que deve ser solucionado rapidamente. Veja 5 motivos que fazem isso acontecer:

1.     Bloqueio da garganta

Um dos principais motivos para fazer com que o cachorro fique com a língua roxa é o bloqueio da garganta. Então, é algo que pode ser motivado pela presença de um objetivo bloqueando a passagem de ar. Uma das formas de perceber isso é reparando no cão, que costuma ficar mais quieto, ofegante e com o pescoço estendido.

Desse modo, o tutor deve tomar cuidado com os brinquedos que são oferecidos ao animal, que devem ter tamanho apropriado para que ele não consiga engolir. Além disso, é recomendado não oferecer alimentos que possam bloquear a garganta, como ossos de galinho, por exemplo.

2.     Asfixia

Seu cachorro está com a língua arroxeada? Isso pode ter sido causado por asfixia! Assim, é algo causado pela presença de fumaça, que pode conter várias substâncias tóxicas e prejudicar o sistema respiratório do doguinho. E isso é péssimo, impedindo que as vias aéreas trabalhem bem.

3.     Veneno

Infelizmente muitos cães são envenenados todos os anos no Brasil, isso é algo comum. Caso você perceba que o cachorro está com uma cor diferente em sua língua e note outros sintomas, é melhor procurar um veterinário, porque pode ser um caso de envenenamento…

Os cachorros que vivem soltos e andam pela rua podem ser vítimas mais fáceis, já que alguma comida encontrada por ele pode ter esse veneno. Os produtos de limpeza, por exemplo, não devem ser ingeridos pelos animais. Assim como podem existir plantas tóxicas, capazes de atrapalhar a saúde do seu amigo.

Para evitar esse tipo de problema, o melhor caminho é alimentar o bicho apenas com comida própria para cães. Portanto, alimentos como chocolate, uvas, alho e cebola devem ser evitados, já que podem ser terríveis para o animal.

4.     Derrame pleural

Essa é uma das condições para ficar mais atento quando o animal apresenta a língua roxa. A pleura é uma membrana que envolve o pulmão pelo lado de fora e pela parte de dentro da parede torácica. Entre essas duas partes há uma camada de líquido que ajuda a melhorar a passagem de ar.

Então, o derrame pleural acontece quando o líquido está em excesso, impedindo com que a respiração aconteça de maneira adequada. Aliás, esse é um problema que acontece nos cães motivado por outras doenças, como tumores e problemas renais.

5.     Pneumotórax

Neste caso, existe a presença de ar nas pleuras. Isso pode ser causado por lesões ou traumas gerados por atropelamento, bem como doenças pulmonares capazes de fazer surgir essa situação desagradável. Fique de olho na língua do seu dog, já que ela pode dar muitos sinais sobre a saúde dele.

É importante que o animal seja levado até uma clínica caso sofra algum acidente grave, visando melhorar a sua saúde no futuro. Entretanto, se o problema for uma doença pulmonar, o melhor caminho será um tratamento de longo prazo, para que a situação seja completamente superada.

O que fazer com o cachorro de língua roxa?

Se você perceber o seu cachorro com cianose, o melhor caminho é procurar um veterinário. Faça isso imediatamente, já que a oxigenoterapia será muito importante para salvar a vida do pet. Em seguida, o profissional poderá avaliar a situação e descobrir a causa.